Tesão dos 30 (clóvis veronez)

lulajovem

É lógico, compreender a expressão do Lula durante o discurso no sindicato.

– “Estou com 70 anos com uma tesão de 30”, disse.

Lula, aos 30 anos, deparou-se com as forças que atualmente pretendem destruí-lo. Naquele tempo, desafiava as mesmas elites de agora em momentos derradeiros da redemocratização da sociedade brasileira. Da luta sindical ao envolvimento com a criação do PT, surgia o líder, numa atmosfera de enfrentamento semelhante as de agora. Vivia-se o final dos 70.

De lá para cá, Lula tornou-se, talvez, no político mais querido entre os brasileiros, comparável a Getúlio Vargas. Concluiu seu segundo mandato com avaliação positiva acima dos 80%.

Elegeu Dilma, praticamente sozinho. Nesse pequeno detalhe, mais um “recorde” do performático Lula da Silva.

Presidente da república, articulou um pacto social oportunizando a população mais pobre o acesso a  bens materiais e imateriais (simbólicos) como nunca antes na história do país. E isto, não é redundância exagerada.

Ao contrário do período anterior, que marcou-lhe pelo enfrentamento direto com as elites, este, como presidente, definiu-se como o tempo do  “Lulinha Paz e Amor”. Submete-se a critica de esquerda, mas consagra-se como fenômeno político.

Foi no segundo governo que o país experimentou uma situação de “bem estar social” expressa em números consideráveis. Isso tornou Lula, inclusive, um dos palestrantes mais bem pagos do mundo. Elegeu Dilma, praticamente sozinho. Nesse pequeno detalhe, outro recorde do performático Lula da Silva.

Foi com Lula, que o salário mínimo chegou ao patamar de 250 dólares. No seu governo chegou-se a uma situação de quase pleno emprego. Crise virou “marolinha”!

Fez crescer a classe média, tirou milhões da pobreza extrema, tornou politicas sociais exemplo para o mundo inteiro… Precisa continuar?

Por mais que lhe critique a esquerda, existe um dado irrecusável, Lula representa  uma referencia para o povo não identificada ao campo da direita brasileira.

Esta é a magoa que as elites amarguram como fardo insuportável.

Os acontecimentos de sexta feira reapresentaram a Lula seus inimigos de outrora: A polícia, a globo e o tal mercado que, juntos, arregimentaram uma horda de analfabetos midiáticos para repercutir em aplausos o espetáculo em curso.

Por outro lado, devolveu-lhe os aliados de sempre e outros, a quem tem o dever de responder sobre desacertos, sabe disso.

Lula, aos 70, (re) conheceu-se com 30 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *