Qualificar a ação nas redes e defender a democrácia

resistir 3

Sem amparo legal nas investigações, buscas ou provas para derrubar o governo e afastar Lula da disputa presidencial. Está em curso, no país, um golpe institucional. Ainda não existem tanques, os adversários da democracia valem-se da sua artilharia midiática para amplificar as manifestações do dia 13.

É um balão de ensaio nos cálculos golpistas.

Desejam, como em 64, o apoio popular para legitimar seus planos. A resposta, deve vir a altura do desafio que impõe o momento.

Nas ruas, com alegria e criatividade vamos disputar a opinião pública em tom diferenciado da tropa adversária. Sabemos como fazer. Mãos a obra!

Em 64, a voz da resistência era fraca, poucas revistas como por ex. “O pasquim”, foram  insuficientes para garantir contraponto a mídia conservadora.

Hoje temos a internet como espaço para resistência. É preciso aprimorar nossa atuação na rede. A batalha de domingo será, talvez, decisiva.

O Observatório desejar propor ao conjunto dos seus leitores, especialmente, aos que se alinham a defesa da ordem democrática uma ação especifica para as redes sociais no sábado e, também, no domingo próximos vindouros.

Todas as pessoas, contrárias ao golpe “branco” em curso, devem criar uma rede de compartilhamentos com os principais argumentos a favor da resistência democrática (marque pessoas que você conhece, isso impulsiona o post).

Evidente, que compartilhar tudo seria desproposito, inundaria a página dificultando seu melhor funcionamento. Assim, cabe escolher alguns, de 3 a 5 posts, para reforçar nossos argumentos. O compartilhamento é o mais eficiente recurso para impulsionar uma publicação.

Outra forma de impulsionar nossas ideias é comentar no post. Não se trata de pregar para convertidos ou/e chamar para briga os adversários. Trata-se de selecionar uma expressão ou uma ilustração e, com ela, comentar todos os posts do campo democrático, impulsionando-os.

Cabe salientar: o que está em jogo é a opinião pública. Assim, cumpre destacar a importância da nossa ação na rede social. A forma como faremos está diretamente vinculada ao conteúdo que expressamos – defesa intransigente da democracia.

Abaixo imagens sugestivas para usarmos como comentário nas postagens do campo democrático. Nosso propósito é derrotar o golpe branco. A todos, uma boa luta!

resistir 1

resistir 2   resistir 3

resistir 4

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *