Temer e o desprezo pela juventude (clóvis veronez)

jovensciencia

Depois de enfiar goela abaixo uma reforma no ensino médio que representa um retrocesso para a educação brasileira, de condenar a juventude a trabalhar desde os 16 anos para se aposentar aos 65, ainda tinha mais na conta do vampiro Temer.

Esse “veio” golpista, agora, esforça-se em aniquilar os sonhos de milhões de jovens brasileiros.

Assim, com a desculpa destacada de financiar alimentação na educação básica, o jornal O Globo noticiou na manhã de hoje, o fim do programa “ciência sem fronteiras” que oportunizou intercambio cultural e cientifico nas melhores universidades do mundo, para um expressivo contingente (dezenas de milhares) de universitários brasileiros, nos últimos anos.

***No blog do Lauro Jardim (Globo)

MEC acaba com o Ciências sem Fronteiras

POR GUILHERME AMADO02/04/2017 06:00

O governo decidiu enterrar de vez uma das estrelas do governo Dilma na Educação, o Ciência sem Fronteiras, que pagava cursos de graduação para estudantes no exterior.

Mendonça Filho fez as contas e afirma que, com o montante gasto para mandar 30 mil estudantes para fora, seria possível pagar a merenda escolar para 40 milhões de alunos da educação básica.

Em 2015, o programa consumiu cerca de R$ 3,2 bilhões, enviando alunos principalmente para universidades americanas e europeias.

 

Um comentário

  • Custódio Josefino da Silva

    O que o vampiro e seus asseclas desejam é o povo cada vez mais burro e ignorante para continuarem no poder, usando todos os benefícios e debochando ainda mais da população. Em breve, as universidades estarão como no tempo de FHC, ou seja, salas de aula em péssimas condições, bibliotecas defasadas e sem dinheiro para pagar conta de água e luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *