Moro se diz contrário à investigação de vazamentos à imprensa. Como assim?

morinho

Como assim Sr Juíz? Menos para o Eduardo Guimarães?

O GLOBO/SÃO PAULO – O juiz Sérgio Moro afirmou ser contrário à investigação de vazamentos à imprensa de trechos de delações premiadas sigilosas. Em entrevista à BBC Brasil, em Harvard, o magistrado afirmou que a apuração dos casos fica comprometida por garantias constitucionais como direito ao sigilo da fonte e à liberdade de imprensa.

Nas últimas semanas, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), tem feito discurso duro contra vazamentos e pedido apuração dos fatos. Advogados do presidente Michel Temer na ação que pede a cassação da chapa Dilma Rouseff-Michel Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediram a anulação das oitivas da Odebrecht, sob o argumento de que a corte convocou executivos da empresa para depoimento somente após a publicação de reportagens na imprensa, que tomaram como base trechos de delações vazadas.

Embora a Lava-Jato tenha quebrado o sigilo da fonte de Eduardo Guimarães — que antecipou em seu blog, o ‘Cidadania’, a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva —, Moro não citou Mendes, mas disse que a Lava-Jato não quebrará sigilo de fontes.

O juiz argumentou que no caso de Guimarães é difícil definir se as informações do blogueiro podem ser consideradas como jornalismo. Porém, Moro mudou de posição após ser criticado por jornalistas e entidades, como a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e a Ong Repórteres sem Fronteiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *