Série de pesquisas do Observatório

pesquisa-1
-Em quem o teatro da política produz espanto e quem com nada se surpreende?
-Como percebe a cena política aquele que habita uma cobertura ou o sujeito que mora na baixada?
-No jovem que frequenta a balada e no que circula pela quebrada?
-Na cabeça do assalariado, do empresário e do desempregado?
-Quais as principais categorias que definem a disputa política nas redes sociais?
–O desenho e a tendência da disputa eleitoral de 2018 a partir do “mercado” eleitoral na cidade de Pelotas e Região Sul do Estado.
p
 
São objetos da nova série de pesquisas quali/quantitativas do
OBSERVATÓRIO PELOTAS, que começa em maio de 2017.

Assine e contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *