O desespero dos golpistas diante da greve geral (clóvis veronez)

logo observatório

O Estadão, publicou editorial na manhã de hoje (27), onde demonstra a aflição que atinge os patrocinadores do golpe com relação aos desdobramentos da Greve Geral de amanhã.

Faz “profissão de fé” para desqualificar o movimento traduzindo-o com incentivo ao feriadão e seus organizadores como “ergofóbicos” (os que tem aversão ao trabalho). Mais do que isso, ataca instituições privadas, por aderirem. Faz-se de cego, diante do legitimo clamor popular para que se barrem os ataques aos direitos históricos do trabalhadores.

A verdade,incomoda-os.

Existe, na opinião pública, um movimento contestatório crescente e numa velocidade estonteante para o objetivo dos golpistas.

O governo pirata que alavancaram, tem menos de 5% de aprovação popular e nenhuma legitimidade em seus propósitos destrutivos.

Por mais que se esforcem, o curso na opinião pública ameaça sua estratégia de colocar sobre os ombros da classe trabalhadora o ônus de uma crise que fabricaram em nome dos interesses dos rentistas e endinheirados que representam.

O sucesso da GREVE GERAL é irreversível e tudo que estão fazendo para desqualificá-la, só a fortalece.

O desespero do Estadão: EDITORIAL: A greve do feriadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *