A lição da greve! (clóvis veronez)

liana nunes coll

(foto de Liana Nunes Coll)

A greve geral de hoje, inflexiona  a percepção sobre a realidade recente da política brasileira, até bem pouco direcionada pelas centrais midiáticas das oligarquias golpistas.

A hegemonia narrativa, tem seu porto de partida na consciência das massas trabalhadoras, não mais nos telejornais. Esses, tudo fizeram para fazer crer que a conta da crise fabricada no subterrâneo da maquinação produzida nos domingos “patos” da paulista, fosse aceita como natural e como um carnê descontado diretamente na folha de pagamento da cidadania.

Os ensinamentos de hoje, elaborados na unidade do campo popular, redimensionam o significado de esperança, de possibilidade de construção de uma nova realidade social, na qual o protagonista, o grande entusiasta e o defensor incansável é a voz anônima das ruas. É o cidadão seu ator.

A vitória desse momento é nossa, dos quase 40 milhões que cruzaram os braços, de todos, da democracia!

“Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo.
E examinai, sobretudo, o que parece habitual.
Suplicamos expressamente: não aceiteis o que é de hábito como coisa natural, pois em tempo de desordem sangrenta, de confusão organizada, de arbitrariedade consciente, de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural nada deve parecer impossível de mudar.” 

(Bertolt Brecht)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *