Parece que existe consenso: Moro é parte e não juiz (clóvis veronez)

veja isto

veja istoveja

Chegamos à via do absurdo maniqueísta.

O desespero das oligarquias em tirar Lula de 2018 transformou a narrativa da mídia corporativa num espetáculo de circo.

Drama estúpido, onde “bandidos do bem” destruíram as provas contra Lula e não destruíram as provas contra si mesmos.

Não existe mais limite para a canastra.

Cena de tribunal inquisitório, comandado pelo fanfarrão policia/investigador/juiz e chefe de torcida.

A farsa é grotesca!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *