Metrópoles: Ex-deputado Rocha Loures é preso em Brasília

O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures foi preso pela Polícia Federal na manhã deste sábado (3/6), na casa onde mora, em Brasília. Apontado por delatores da JBS como interlocutor de propina para o presidente Michel Temer, o ex-parlamentar foi levado para a Superintendência Regional da PF na capital federal. A prisão foi determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, após pedido da Procuradoria-Geral da União (PGR) ajuizado na última quinta-feira (1º).

Fachin já havia negado um pedido de prisão preventiva contra o deputado. No entanto, na petição apresentada nesta semana, o procurador-geral da República Rodrigo Janot defende que, como Loures perdeu a prerrogativa de foro privilegiado, não há mais motivo para que a medida cautelar deixe de ser executada.

O ex-parlamentar era suplente do deputado federal Osmar Serraglio, que ocupava o Ministério da Justiça. Como Serraglio recusou a proposta para assumir o Ministério da Transparência e voltou à vaga na Câmara, Loures perdeu o foro. Ele já estava afastado do mandato desde o dia 18 de maio, quando foi deflagrada a Operação Patmos, da Polícia Federal.

A expectativa da força-tarefa da Operação Lava-Jato é de que Rocha Loures aceite fazer delação premiada. Como a mulher dele, que também mora em Brasília, está grávida, os investigadores esperam que ele não esteja disposto a permanecer muito tempo detido. Por isso, a negociação de uma colaboração pode ser facilitada.

O ex-parlamentar e ex-assessor de Michel Temer foi flagrado pela Polícia Federal recebendo uma mala com R$ 500 mil do ex-executivo da JBS, Ricardo Saud. O dinheiro seria propina paga pela empresa em troca de intervenção de Loures junto ao Cade em assuntos de interesse do frigorífico. Segundo a delação de Joesley Batista, o ex-deputado foi pessoalmente indicado por Temer para a tarefa. O dinheiro foi devolvido por Rocha Loures no último dia 23.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *