Arquivos da Categoria: Artes Cênicas

‘outros jeitos de usar a boca’ com Luisa Arraes e Débora Nascimento

  ‘outros jeitos de usar a boca’ é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar […]

Leia mais

Teatro do oprimido: um teatro das emergências sociais e do conhecimento coletivo

Boal

            O Teatro do Oprimido (TO) é um método teatral em que a construção do drama é realizada por pessoas que sofrem opressões, conceitualmente consideradas entraves para a realização de desejos e para a experiência de uma vida livre, democrática, humana. O drama é real e estético, teatral e cotidiano, com características próprias que visam […]

Leia mais

A ENCENAÇÃO E O TEATRO DO NOSSO TEMPO (CLÓVIS VERONEZ)

observatorio-clovis

  A arte só pode ser considerada iluminação da existência e “reduto da esperança”, como nos ensina Adorno (Theodor Adorno, 1903-1969), se conseguir manter viva a utopia da Humanidade, trazendo a Verdade com a única perspectiva honesta que nos resta hoje em dia: nossa visão enquanto artista.   Um teatro vivo e pulsante, tal como as outras artes, negará a […]

Leia mais

Sete de Abril – Restaurar: para quem e para o quê? (Clóvis Veronez)

reage

Acontece hoje (18:30 H na câmara dos vereadores), uma audiência pública para discutir os sete anos de fechamento do teatro Sete de Abril. O chamamento para o evento convoca os artistas a reagirem diante do fato. Tal mobilização não é inédita na história do Sete. Lá pelo começo dos anos 80, com o teatro em ruínas, dois grupos teatrais (cuidado […]

Leia mais

Teatro: Eugênio Kusnet: retrato de um artífice

kusnet

Livro traça biografia do imigrante russo que sistematizou a formação do ator no Brasil: “ele trazia o sentimento eslavo de cavoucar um pouco mais a alma” Kusnet e Lélia Abramo em “Eles não usam black-tie”   Por Valmir Santos | Imagem Cepedoc/Funarte O teatro é uma arte essencialmente do ator. É a partir deste ofício que Eugênio Kusnet: do ator […]

Leia mais

O Drama Alquímico do Fausto de Goethe

Escrito por Adam McLean © Fonte: http://www.levity.com/alchemy/faust.html Fausto invocando espíritos em seu laboratório      O Fausto de Goethe é raramente representado no teatro. O trabalho é demasiado enigmático e frequentemente desorienta e confunde seus espectadores. Além disso, os efeitos de palco, em especial as cenas da Parte 2, são tão difíceis de organizar de forma convincente, que não é […]

Leia mais

Carnaval: é preciso tirar as marcas da história de cada um. (clóvis veronez)

D3

“Povo gosta mesmo é de luxo; quem gosta de pobreza é intelectual”, dizia o carnavalesco Joãosinho Trinta. A frase causou o maior impacto entre os “idealizadores da miséria” nos idos anos 70 e 80, obrigando a repensar, nos meios acadêmicos, os sentidos da arte popular. Afinal, o que é luxo? A boa vida das elites? Uma Ferrari? Um verão em […]

Leia mais

O BAILE DE MÁSCARAS DA ACADEMIA DO SAMBA (clóvis veronez)

ACADEMIA

É preciso tirar as marcas da história de cada um. “Povo gosta mesmo é de luxo; quem gosta de pobreza é intelectual”, dizia o carnavalesco Joãosinho Trinta. A frase causou o maior impacto entre os “idealizadores da miséria” nos idos anos 70 e 80, obrigando a repensar, nos meios acadêmicos, os sentidos da arte popular. Afinal, o que é luxo? […]

Leia mais

Calabar: o elogio da traição

Título da peça de teatro musicada, escrita em 1973 por Chico Buarque e Ruy Guerra, e editada em livro pela editora Civilização Brasileira. Sinopse A peça relativiza a posição de Domingos Fernandes Calabar no episódio histórico em que ele preferiu tomar partido ao lado dos holandeses contra a coroa portuguesa, a quando a Insurreição Pernambucana. Vivia o Brasil sob o […]

Leia mais
1 2 3